Minhas desequilibradas palavras são o luxo do meu silêncio. Clarice Lispector.

domingo, 20 de abril de 2014

Incondicionalmente eu não sei!


Está complicado, tudo. está difícil de entender ,está tudo solto no ar , não da pra pegar, não da pra falar, não posso gritar. não posso assustar com alguma atitude impulsiva . não posso chorar, não da pra ter semblante de dor, cansei de fingir, eu estou cansada, tenho que seguir, devo a mim perder o controle, e quem diz que eu consigo?
afinal porque eu não consigo?
porque não posso gritar sem ser internamente?
porque não posso questionar ou me arriscar sabendo dos vários nãos.
porque?
afinal que ser humano não se descontrola?
preciso de um sorriso junto ou uma risada alta longe da civilização tão bagunçada respirar.
preciso andar direito sem dor, sem travar na vida e  fisicamente também,
tem sido meses complicados em que só engulo dores e o que falam.
a realidade é minha a dor é minha, mas que raio de coragem é essa fabiana. mande cuidarem de suas vidas ao opinarem na sua.
quanto a tentar outra, Acho que ja sabe que por mais que o comentário tenha sido que linda... foi isso. não afetou , ou o escrito realmente é o que sente. receio, prioridades, medo de machucar-se.

eu ja não sei se tenho medo,
eu só queria ter alívio.

manter a mente aberta, pensante
manter a fé
manter a coragem e vontade de ser

quero correr em um lugar descampado e gritar alto e ouvir as melhores músicas respirando o ar mais puro que houver. quando eu vou poder correr???


Fabiana Murer. bih murer

4 comentários:

  1. talvez um pouco de leveza... o que acha?

    :)

    bj meu

    ResponderExcluir
  2. ultimamente a leveza tem escapado pelos dedos pelo corpo e por mim, ta um pouco pesado, mas tentarei, bjo gora meu, ah belo blog e adorei a forma como escreve em diferentes assuntos, ^^

    ResponderExcluir